Aparato do Entretenimento: CRÍTICA: "Fica Comigo"; Bella Thorne mais sexy e fatal do que nunca
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Search

CRÍTICA: "Fica Comigo"; Bella Thorne mais sexy e fatal do que nunca


Bella Thorne - Créditos: Divulgação – actress.camera

"Fica Comigo" é um filme de suspense americano original da Netflix protagonizado por Bella Thorne, Taylor John Smith e Halston Sage.


Créditos: Divulgação - Netflix
aqui começa o anuncio (coloque cor branca sobre está frase)
aqui termina o anuncio (coloque tinta branca sobre essa frase)


Após uma briga com a namorada, Tyler (Taylor John Smith) conhece a bela, jovem e sexy Holly (Bella Thorne), que depois de uma relação amorosa intensa fica completamente obcecada. O primeiro passo é se matricular na mesma escola de Tyler, para ficar atenta a todos os seus passos.


Créditos: Divulgação - Netflix


O que Holly não esperava é que é Tyler voltaria com a namorada, Alison (Halston Sage) e o que deveria ser apenas mais uma paixão adolescente de uma noite, começará a se transformar em uma relação doentia de obsessão e perigo. Holly então começa a ameaçar, seguir e torturar psicologicamente Tyler; diz que vai contar para Alison tudo o que aconteceu entre eles.

Filmes com psicopatas costumam me agradar, e como se trata de um filme com selo Original Netflix, iniciei este filme, mas fiquei decepcionado, a trama, no geral, parecia ser muito boa, mas o roteiro não foi bem desenvolvido, é a primeira vez em que vejo um filme de suspense, em que só uma pessoa morre e essa pessoa nem era tão importante assim para a trama.

Faltou muita coisa que a gente sempre vê quando assiste a filme de suspense, faltou emoção, faltou um bom arrepio na espinha, faltou um final surpreendente, faltou uma boa reviravolta e o mais importante, faltaram atores melhores.
aqui começa o anuncio (coloque cor branca sobre está frase)
aqui termina o anuncio (coloque tinta branca sobre essa frase)

Só gostei da atuação de Bella Thorne, como atriz, estava muito bem na pele da psicopata sexy, louca e fatal. Os outros atores fizeram um trabalho mais ou menos, nem muito bom nem muito ruim, faltou mais expressão, mais entrega e mais atuação.



As poucas cenas de suspense salvam o longa, trazendo uma sensação de tensão, mas a duração destas são muito insignificantes. Já a trilha sonora, é suficiente para segurar o filme, alguns instrumentais de suspense dão o tom necessário para os takes, mas nada de muito espetacular.

Na parte final do filme, Holly fica completamente louca, mas não vou dar spoiler do que acontece, mas adianto que, por se tratar de filme de suspense, são bem decepcionantes as sequências fracas e com pouca emoção.

Créditos: Divulgação - Netflix

Depois de assistir ao filme e raciocinar bastante, entendi que Holly tem um distúrbio mental por falta de afeto, basta alguém dar um pouco de atenção e ela fica totalmente obcecada, isso é provado através da cena da ambulância, na qual o enfermeiro lhe atende bem e a mesma já se apega. O filme não da indícios de uma continuação, o que não é ruim, se nem o primeiro foi bom, imagina o segundo.

Deixo uma reflexão para vocês meus leitores: "Qual o limite entre o amor e a obsessão?

Trailer Fica Comigo
aqui começa o anuncio (coloque cor branca sobre está frase)
aqui termina o anuncio (coloque tinta branca sobre essa frase) 
Ficha Técnica


Título original
You Get Me
Elenco
Bella Thorne
Holly Viola
Taylor John Smith
Tyler Hanson
Halston Sage
Alison Hewitt
Nash Grier
Gil
Anna Akana
Lydia
Brigid Brannagh
Corinne Viola
Rhys Wakefield
Chase
Kathryn Morris
Mrs. Hewitt
Kimberly Williams-Paisley
Mrs. Hanson
Yasmin Al-Bustami
Melinda
Farrah Mackenzie
Tiffany
Joshua Banday
Mr. Ahmed
Roteiro
Ben Epstein
Direção
Brent Bonacorso
Direção musical
Robert Miller
Produtora
Awesomeness Films
Distribuído por
Netflix
Duração
89 minutos
Orçamento
Não Divulgado
Receita
Não Divulgado
Gênero
Suspense
aqui começa o anuncio (coloque cor branca sobre está frase)
aqui termina o anuncio (coloque cor branca sobre está frase)
Curiosidades


➤ Halston Sage é mais conhecida pelo seu papel de Grace em "How to Rock" da Nickelodeon;

➤ As gravações aconteceram em apenas um mês, de abril a maio de 2016;

➤ Está disponível no catalogo da Netflix desde 23 de junho de 2017;

➤ Segundo Filme Original da Netflix que Bella Thorne participa, o primeiro foi "The Babysitter";

➤ O filme teve sua estreia mundial no Festival de Cinema de Los Angeles de 14 a 22 de junho de 2017.

-------------------------


E você, curtiu o filme? Conta pra gente! Não se acanhe, deixe seu parecer nos comentários.
-------------------------

Crítica escrita por: Leandro Martins
Siga-me no Twitter: @LeandroMartyns1 




Aparato do Entretenimento

Criado em 2014, o "Aparato do Entretenimento" traz ao seu leitor uma gama versátil de conteúdo. Conta com colunistas especializados em áreas de atuação diferentes, que visam desta forma atender a você querido(a) leitor(a). Além da sua visita, esperamos ser seus amigos e como seremos pode nós dar aquela dica para melhorar, um puxão de orelha, elogiar. Acima de tudo queremos sua participação.


0 thoughts on “CRÍTICA: "Fica Comigo"; Bella Thorne mais sexy e fatal do que nunca