Aparato do Entretenimento: Resenha - O Pacto

style='border:none;overflow:hidden;width:339px;height:200px;'>
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Search

Resenha - O Pacto


Livro: Horns
Tradução para o Brasil: O Pacto
Editora: Harper Collins Publishers
Editora responsável pela tradução no Brasil: Sextante
Autor (a): Joe Hill
Tradutor (a): Barbara Heliodora e Helen Potter Pessoa
Páginas: 320
Edição: 1ª edição/2010
ISBN: 978-85-01-08370-8
Minha opinião: Um transporte para o seu pior pesadelo.
Classificação: ★★★★

Onde comprar:
                      Saraiva                       Submarino
                                    Americanas                    


Premissa do livro...

Ignatius Perrish sempre foi um homem bom. Tinha uma família unida e privilegiada, um irmão que era seu grande companheiro, um amigo inseparável e, muito cedo, conheceu Merrin, o amor de sua vida. Até que uma tragédia põe fim a toda essa felicidade: Merrin é estuprada e morta e ele passa a ser o principal suspeito. Embora não haja evidências que o incriminem, também não há nada que prove sua inocência. Todos na cidade acreditam que ele é um monstro. Um ano depois, Ig acorda de uma bebedeira com uma dor de cabeça infernal e cifres crescendo em suas têmporas. Descobre também algo assustador: ao vê-lo, as pessoas não reagem com espanto e horror, como seria de esperar. Em vez disso, entram numa espécie de transe e revelam seus pecados mais inconfessáveis. Um médico, o padre, seus pais e até sua querida avó, ninguém está imune a Ig. E todos estão contra ele. Porém, a mais dolorosa das confissões é a de seu irmão, que sempre soube quem era o assassino de Merrin, mas não podia contar a verdade. Até agora. Sozinho, sem ter aonde ir ou a quem recorrer, Ig vai descobrir que, quando as pessoas que você ama lhe viram as costas e sua vida se torna um inferno, ser o diabo não é tão mau assim. 

Agora que você já leu o que esperar do livro, é hora de saber a opinião de alguém que já se aventurou nas páginas do livro, continue lendo...


Como já estão acostumados, escolha uma música e aperte em play. 





Quem me acompanha pelo twitter ou acessa sempre o Blog sabe que eu comecei a ler assiduamente a pouco mais de um ano, e um dos livros que participaram ativamente deste processo de gosto pela leitura foram os livros do Joe Hill. Pelo sim e pelo não, O Pacto juntamente com A Estrada da Noite, foram os primeiros livros que comprei, eles me deixaram tão pasmo e feliz que a loucura por comprar livros começou e não parou até hoje.
Em O Pacto, o autor Joe Hill, filho de Stephen King, nos leva ao mundo de Ig Perrish, um homem do bem que vê sua vida dar uma reviravolta de 360º ao ser acusado de matar sua namorada Merrin de forma sobrenatural. Até que é surpreendido por um par de cifres, que lhe traz diferentes dons.

"Virou a cabeça para um lado e para o outro, estudando-se no espelho, tocando os cifres repetidamente. A que profundidade chegava o osso? Será que havia raízes que se infiltravam até o cérebro?". Página 9.

Os personagens são bem incríveis, alguns amigos se rebelam grandes inimigos. Os familiares que antes lhe queriam bem, não passavam de falsos e hipócritas. Os cifres não trazem apenas benefícios, mas sim muitos problemas. A edição e tradução são excelentes, as páginas amareladas, com abas e uma capa de causar espanto de tão bem feita. Os capítulos são bem curtos para nossa felicidade. O desfecho é bem diferente de tudo que já li, e acho que você vai gostar.
Joe Hill deu asas a uma novela de terror/suspense das melhores, envolta em submundo sobrenatural. Ig apresenta várias facetas, é vingativo, amoroso, protetor... Sempre disposto a descobrir o verdadeiro assassino e o motivo da morte da sua amada Merrin, que não era lá uma mocinha "santa", se assim posso dizer.

"A temperatura interna de Ig mudou ao som daquela voz, caindo vários degraus, como se tivesse tomado um drinque absurdamente gelado de um gole só. Ig se virou e o encarou". Página 142. 


O livro não tem nada de parado, ao contrário é repleto de muita ação do começo ao fim, a leitura flui bem, devido aos vários acontecimentos e revelações dos segredos que ocorrem no decorrer da trama. Os aspectos negativos são poucos, e ficam a cargo do final que pode não ser o esperado por vários leitores (eu particularmente gostei muito). 

Veja aqui o Book Trailer.

Seguindo a mesma linha do pai, Joe Hill vendeu os direitos do livro para uma adaptação cinematográfica, sob o nome de "Horns" direção de Alexandre Aja e Daniel Radcliffe no papel de Ig. O filme estreou no ano passado. 

Veja um pedaço do filme.


Bom é isso. Espero que tenham gostado.

Qualquer sugestão de livro para ler e resenhar é só deixar nos comentários ou me procurar pelo twitter.

Gostou? Comente. Não gostou? Comente também. O importante é expressar sua opinião. 




TAG

Aparato do Entretenimento

Criado em 2014, o "Aparato do Entretenimento" traz ao seu leitor uma gama versátil de conteúdo. Conta com colunistas especializados em áreas de atuação diferentes, que visam desta forma atender a você querido(a) leitor(a). Além da sua visita, esperamos ser seus amigos e como seremos pode nós dar aquela dica para melhorar, um puxão de orelha, elogiar. Acima de tudo queremos sua participação.


4 thoughts on “Resenha - O Pacto