Aparato do Entretenimento: CRÍTICA: El Candidato, uma grata surpresa do Amazon Prime Video
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Search

CRÍTICA: El Candidato, uma grata surpresa do Amazon Prime Video

José María de Tavira e Eréndira Ibarra em cena da série 'El Candidato' - Créditos: Prime Video/Televisa

Na última sexta-feira, 17 de julho, estreou no catálogo da Prime Video a série mexicana 'El Candidato'. A obra é uma produção da parceria entre Amazon e Televisa e conta a história de Wayne Addison, um veterano oficial da CIA que retorna à Cidade do México para derrubar o mais poderoso traficante de drogas do país: Rafael Bautista.

Siga o nosso perfil no Instagram
@aparato_entretenimento


Logomarca da série 'El Candidato' - Créditos: Amazon Prime Video/Televisa S.A

Produção original da plataforma de streaming, El Candidato é uma série com alto teor de ação, drama e suspense, onde o romance é deixado de lado e funciona apenas como tempero especial. Uma série narco, o título é uma boa opção para aqueles que buscam conteúdo com impacto visual. Confira minha crítica do seriado.



José María de Tavira em cena da série 'El Candidato' - Créditos: Prime Video/Televisa S.A

Premissa inicial

Os primeiros minutos de "El Candidato" já introduz ao público uma entrevista, de caráter fechado e maneira diferente, numa abordagem de alcunha, onde é perceptível a mão do tráfico, além da busca por justiça do protagonista. Uma premissa que perdura por toda a série.


Abertura

Simples e rápida, mostrando uma visão panorâmica de pontos importantes do México, evidenciando a cultura e impondo a briga entre a polícia, políticos e narcotraficantes. O primeiro crédito é para James Purefoy, ator britânico, ao lado da atriz mexicana Eréndira Ibarra, um dos nomes mais conhecidos da indústria latina, José Maria de Tavira, que vive o protagonista foi creditado apenas como terceiro nome. Diferente, né?


José María de Tavira em cena da série 'El Candidato' - Créditos: Prime Video/Televisa S.A

Atuação 

Eréndira Ibarra, interpreta Isabel Alfaro e encanta logo nos primeiros minutos da série pela sua desenvoltura e cumplicidade, interpretando uma agente da CIA, ao seu lado está James Purefoy, um membro de uma agência de inteligência do governo, seu personagem Wayne é egocêntrico e dono da sua própria verdade. No quesito atuação não é estranho ambos terem ganhado os primeiros créditos, visto que, o resultado entregue ao espectador é sublime. O equilíbrio cênico observado entre os dois é algo dificilmente encontrado, enquanto Isabel é fechada, Wayne é atirado e sem medo de enfrentar os inimigos. 

Andrés Juno, conhecido do público noveleiro chega a produção mais maduro vivendo Javier, um deputado com passado duvidoso, que ao lado de José Maria de Tavira como Lalo Yzaguirre condensa uma briga de egos em busca do poder, numa luta contra o narcotráfico e consequentemente contra os poderosos políticos que defendem a corrupção. 

"El Candidato" conta ainda com atuações especiais como a de Esmeralda Pimentel, atriz mexicana conhecida por protagonistas de novelas da Televisa, sua personagem na série é mais bem trabalhada e exigiu da atriz uma vertente nunca antes apresentada. É interessante e primordial para o andamento da obra.


Siga a nossa revista no Flipboard
View my Flipboard Magazine.

Produção 

Ted Cohen e Max Hurwitz assinam como co-produtores executivos, ao lado do consultor Daniel Krauze e da produtora Andrea Gamboa. Completam o time de produtores, Marie Jeanne Kushfe, Dayana Rodrigues, Juan Rendón, Natalie Osma e Stacy Perskie. Peter Blake, criador de "El Candidato" também comanda toda equipe de produtores executivos atuando como showrunner.

Ter várias cabeças pensando sem sombra de dúvidas ajudou na produção do seriado, além é claro da flexibilidade e boa condução do projeto. Peter Blake e sua equipe entregam ao espectador detalhes políticos, elementos narco, evidências da CIA e resquícios do embate entre a polícia e a corrupção. 

 
Eréndira Ibarra em cena da série 'El Candidato' - Créditos: Prime Video/Televisa S.A

Roteiro

Peter Blake (Gotham e Dr. House) é o responsável também pelo roteiro da série, e assim como em outras produções onde atuou nos Estados Unidos apresenta componentes instigantes e que causam comoção no telespectador. É fácil por exemplo, se apegar ao núcleo vivido pelos personagens Isabel e Lalo, assim como, compreender a densidade textual de Wayne, na sua luta por justiça.


Siga o nosso perfil no Pinterest

Direção

Jaime Reynoso (El Recluso) e Humberto Hinojosa Ozcariz (Luis Miguel: La Serie) são os responsáveis pela direção dos episódios de 'El Candidato'. A dupla presenteia o público com takes repletos de ação, brigas e muita articulação política, em outras palavras, não é uma direção parada e óbvia, é intensa.


James Purefoy em cena da série 'El Candidato' - Créditos: Prime Video/Televisa S.A

Destaques

A latinidade da série, mostrando cenários importantes do México, além de proporcionar ao público uma visão da cultura mexicana. Outro destaque é a fotografia do seriado, que diferente de outras obras do mesmo nicho, não focaram sua direção de fotografia em tons noturnos e sim numa combinação bem cromatizada.


Siga o nosso perfil no Google News

José María de Tavira e Eréndira Ibarra em cena da série 'El Candidato' - Créditos: Prime Video/Televisa S.A

Pontos negativos

A mescla entre idiomas é comum, o espanhol e inglês acaba tornando-se um diálogo "universal" por toda a trama, obviamente é possível entender a inserção, vez que; a série conta com agentes da CIA alocados no México, um país de língua nativa espanhola, contudo é comum também notar outros personagens falar em inglês, mesmo tendo suas histórias desenvolvidas no seu país de origem.

'El Candidato' está disponível em áudio original com legendas em português no Prime Video, ao todo são dez episódios de cerca de uma hora cada.


Vale ou não a pena?

Se você como telespectador procura algo no mesmo estilo de séries como 'La Reina del Sur', 'El Dragón' e 'Ingobernable', saiba então que 'El Candidato' é uma opção interessante. O desenvolvimento cíclico do roteiro, e uma produção ágil, ofertam a obra mexicana uma dialética contemporânea e usual da política mexicana.

----- || ----- 

Curtiu a crítica? Então compartilhe.


Siga-me no Twitter: @Hiago__Junior 



Aparato do Entretenimento

Criado em 2014, o "Aparato do Entretenimento" traz ao seu leitor uma gama versátil de conteúdo. Conta com colunistas especializados em áreas de atuação diferentes, que visam desta forma atender a você querido(a) leitor(a). Além da sua visita, esperamos ser seus amigos e como seremos pode nós dar aquela dica para melhorar, um puxão de orelha, elogiar. Acima de tudo queremos sua participação.


0 thoughts on “CRÍTICA: El Candidato, uma grata surpresa do Amazon Prime Video