Aparato do Entretenimento: Papá a toda madre: Folhetim familiar com boa dose de romance e comédia
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Search

Papá a toda madre: Folhetim familiar com boa dose de romance e comédia

Maite Perroni e Sebastián Rulli em foto promocional da novela 'Papá a toda madre' - Créditos: Televisa S.A

Olá querido(a) amigo(a) noveleiro(a), estão em casa, né? Faça o isolamento social e siga as orientações do Ministério da Saúde. Pense no próximo. Dado o recado é hora de falar de novela, o bom e amado melodrama mexicano.


Siga o nosso perfil no Instagram
@aparato_entretenimento


Se você não leu o texto da semana passada que escrevi em parceria com o Pedro Nascimento, clique AQUI e leia. Na ocasião falamos da novela de Ernesto Alonso, La Otra. 

Sempre escuto a voz de vocês e por isso o tema da semana é 'Papá a toda madre' folhetim protagonizado por Maite Perroni e Sebastián Rulli em 2017.

  
Regina Graniewicz e Maite Perroni em foto promocional da novela 'Papá a toda madre' - Créditos: Televisa S.A

História original de Pedro Armando Rodríguez, Alejandra Romero, Humberto Robles e Héctor Valdés, 'Papá a toda madre' é baseada no argumento da escritora Montserrat Gómez.

Considerada uma trama leve com abordagem familiar o folhetim leva a assinatura dos roteiristas Pedro Armando Rodríguez, Alejandra Romero, Humberto Robles e Luis Gamboa sob a edição literária da dupla Juan Carlos Tejeda e Alejandra Díaz Barros.

Com pouco mais de 100 capítulos, Papá a toda madre narra a história de Mauricio, interpretado por Sebastián Rulli, um empresário de sucesso que vive a vida de solteirão repleta de mulheres e festas, até que certo dia sua vida vira de cabeça para baixo ao conhecer Anifer (Regina Graniewicz), uma garota de sete anos que supostamente é sua filha. As festas, regradas a bebidas e mulheres já não são mais prioridade, assim como seu noivado e a amizade com Fabián, seu sócio. Com o fim do casamento e a perca substancial dos seus bens, Mauricio se muda com Anifer para um lugar mais simples, com uma vida totalmente diferente dos luxos que sempre esteve acostumado, desta maneira terá que lidar com as mudanças, além da sua vizinha Renée, interpretada por Maite Perroni, uma mulher destemida, forte e disposta a trazer melhores condições para sua família. O amor entre Mauricio e Renée surgirá da forma mais singela e espontânea, tendo a pequena Anifer como cupido.

Confundida erroneamente por muitos como o remake da novela 'Muy padres' da Imagen Televisión protagonizada por Dulce María, Víctor González, Mario Morán e Héctor Suárez Gomís, justamente por ir ao ar na mesma época, 'Papá a toda madre' é uma história original e foge do esteriótipo de adaptação. 


Foto promocional da novela 'Papá a toda madre' - Créditos: Televisa S.A

Embora o roteiro seja bem trabalhado e as atuações corretas, a abertura ao som da música 'Cuando llego en casa' do cantor Fonseca é extremamente ruim. Não combina com o frescor propagado em toda a novela, assim como ostenta uma edição 'brega'. A apresentação dos atores difere de outras entradas, bem como os dados da equipe técnica. Um dos maiores erros do produto, que devia ter sido melhor delineado.




Sebastián Rulli, Maite Perroni e Regina Graniewicz em foto promocional da novela 'Papá a toda madre' - Créditos: Televisa S.A

Tendo Manuel Barajas como diretor de câmeras e a dupla Rodrigo G. H. Zaunbos e Benjamín Cann como diretores de cenas, o folhetim narra os acontecimentos de forma linear, e muito disso se vale da direção precisa e temporal de Barajas, que mais uma vez imprime sua visão intimista em uma obra. A simplicidade é o 'x' da questão e o principal argumento, mostrar uma história comum do dia a dia, onde vizinhos se apaixonam.


Siga a nossa revista no Flipboard
View my Flipboard Magazine.

Produzida pelo produtor executivo Eduardo Meza, um dos associados de Rosy Ocampo, Meza atua ao lado das produtoras executivas associadas Carolina Gallastegui e Ma. Alba Espinosa.

Eduardo Meza que assinou junto a Ocampo as novelas 'Antes muerta que Lichita', 'La fuerza del destino', 'La fea más bella', 'Qué pobres tan ricos' e 'Por ella soy Eva' mostra-se diferente da sua fiel amiga, longe dos erros da produção de 'Doña Flor y sus dos maridos' Eduarza apresenta uma obra singular, romântica e engraçada.
 
Sebastián Rulli e Regina Graniewicz em foto promocional da novela 'Papá a toda madre' - Créditos: Televisa S.A

Por mais que Maite Perroni tenha sido premiada pela sua atuação como Renée e ter exibido uma interpretação correta, o grande destaque da novela não vai nem para ela, muito menos para Sebastián Rulli, Mark Tacher é quem tem o melhor conjunto da obra. Seu vilão Fabián Carvajal é quem de fato movimenta a trama, trazendo o gás necessário para as reviravoltas do casal protagonista.

Sebastián Rulli, diferente de outras produções encarou o desafio de atuar em uma comédia romântica e não num drama, e talvez pela pouca experiência neste segmento sua encenação tenha sido taxada por muitos como 'circense', levemente exagerada. Logicamente não é ruim, tampouco não é excelente. Só não é uma atuação esperada de Sebastián Rulli.

A pequena Anifer vivida pela atriz Regina Graniewicz é o frescor da novela, sua interpretação é vívida e representa a inocência e travessuras de uma menina de sete anos.

Maite Perroni havia acabado de protagonizar 'Antes muerta que Lichita' em uma atuação irremediável e premiada como Alicia, quando surgiu o convite de Rosy Ocampo para encabeçar o elenco de "Papá a toda madre'. Perroni entregou uma atuação correta e longe de grandes elogios, mas que não ficou tão marcante quantas outras personagens suas como Lucrecia Córdoba de 'Mi Pecado' e Malú de 'Cuidado con el Ángel'.


O casal gay Rafael Restrepo e Rodrigo Conde interpretado pelos atores Andrés Zuno e Raúl Coronado tiveram abordagem respeitosa na novela de Eduardo Meza - Créditos: Televisa S.A

Andrés Zuno e Raúl Araiza são os grandes destaques do folhetim, que de forma natural, sem alardes e comicidade apresentam ao telespectador um romance livre de preconceitos. A notificação familiar de Rafael e Rodrigo vai de frente com a postura contemporânea de grande parte da sociedade, principalmente em um país machista como o México. Apesar da visão, o casal sofreu com a ira de uma parte dos espectadores, que criaram até meios para tentar barrar os holofotes e continudade do casal na trama, ação que não surtiu efeito. Eduardo Meza seguiu com a proposta e garantiu a pareja gay um final digno.



Siga o nosso perfil no Google News

'Papá a toda madre' nunca foi exibida no Brasil, mesmo sendo um folhetim protagonizado por Maite Perroni e Sebastián Rulli. A telenovela de Eduardo Meza apresenta uma abordagem familiar, semelhante ao enredo de 'Qué pobres tan ricos', em uma eventual exibição no Brasil não sofreria com cortes, exceto o casal gay, que talvez ganhe supressão de cenas.

----- || -----

Curtiu a coluna? Então compartilhe e faça este conteúdo chegar a mais pessoas.


Siga-me no Twitter: @Hiago__Junior 



Aparato do Entretenimento

Criado em 2014, o "Aparato do Entretenimento" traz ao seu leitor uma gama versátil de conteúdo. Conta com colunistas especializados em áreas de atuação diferentes, que visam desta forma atender a você querido(a) leitor(a). Além da sua visita, esperamos ser seus amigos e como seremos pode nós dar aquela dica para melhorar, um puxão de orelha, elogiar. Acima de tudo queremos sua participação.


0 thoughts on “Papá a toda madre: Folhetim familiar com boa dose de romance e comédia