Aparato do Entretenimento: CRÍTICA: "Uma Manhã Gloriosa", leve, cômico e inspirador
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Search

CRÍTICA: "Uma Manhã Gloriosa", leve, cômico e inspirador


Rachel McAdams, Harrison Ford e Diane Keaton – Créditos: Paramount Pictures

"Uma Manhã Gloriosa" é um filme americano que mostra o mundo caótico do jornalismo, com simplicidade, leveza e muitos clichês.


Créditos: Divulgação - Paramount Pictures


O filme narra a história de Becky Fuller (Rachel McAdams), uma batalhadora produtora de TV que acaba de ser demitida de um programa local de notícias. Ela então é contratada para produzir um programa matinal chamado "Daybreak", que é o último colocado na audiência nacional, Becky é décima quarta produtora do programa em 11 anos. Para dar uma turbinada no programa, Fuller resolve contratar o lendário Mike Pomeroy (Harrison Ford), porém, ele se recusa a reportar assuntos comuns dos programas matinais, como cozinha, moda e fofocas, e entra em conflito com sua velha inimiga do passado, a co-apresentadora do programa, Coleen Peck (Diane Keaton).

Trailer Uma Manhã Gloriosa


aqui começa o anuncio (coloque cor branca sobre está frase)
aqui termina o anuncio (coloque tinta branca sobre essa frase)


Ficha Técnica



Título original
Morning Glory
Elenco
Rachel McAdams
Becky Fuller
Harrison Ford
Mike Pomeroy
Diane Keaton
Colleen Peck
Patrick Wilson
Adam Bennett
John Pankow
Lenny Bergman
Jeff Goldblum
Jerry Barnes
Matt Malloy
Ernie Appleby
Ty Burrell
Paul McVee
Patti D’Arbanville
Mrs. Fuller
50 Cent
Ele mesmo
Lloyd Banks
Ele mesmo
Tony Yayo
Ele mesmo
Roteiro
Aline Brosh McKenna
Direção
Roger Michell
Direção musical
David Arnold
Produtora
Paramount Pictures
Duração
1h47min
Orçamento
40 milhões
Receita
60 milhões
Gênero
Comédia
aqui começa o anuncio (coloque cor branca sobre está frase)
aqui termina o anuncio (coloque tinta branca sobre essa frase)
O que achei?


O filme mostra muito bem os bastidores de um programa que está naufragando na audiência e todas as suas tentativas para salvá-lo, desde sensacionalismo, passando por barracos armados e notícias ao vivo, tida como furo de reportagem, à pressão que uma emissora de TV faz em busca de números de audiência também é retratada, Rachel McAdams fez uma Becky cativante, torci todo momento para o programa bombar em audiência, sua química com Patrick Wilson era visível, apesar do personagem dele ser chato demais.

Harrison Ford, o que dizer de Harrison Ford? Perfeito e impecável como sempre, o tom sisudo que deu ao Mike em nada te faz ter raiva, muito pelo contrário, em determinadas situações, não tem como não rir dele, Diane Keaton é outra que estava muito bem, mas a personagem me pareceu uma reedição da Bridget de "Loucas Por Amor", "Viciadas em Dinheiro", mas, Becky conseguiu reerguer a audiência do programa? Mike deixou de ser sisudo? Só vendo pra conferir.
aqui começa o anuncio (coloque cor branca sobre está frase)
aqui termina o anuncio (coloque tinta branca sobre essa frase)
Curiosidades:


➽ É o primeiro filme de Harrison Ford e Diane Keaton juntos;

➽ O produtor musical David Arnold é o compositor das músicas dos cinco filmes da franquia de James Bond;

➽ O diretor deste filme, também dirigiu "Um Lugar Chamado Notting Hill" em 1999;

➽ Aline Brosh McKenna também é roteirista do aclamado filme "O Diabo Veste Prada" e de "Vestida Pra Casar";

➽ A trilha sonora contem 19 faixas;

➽ A canção chamada "Same Changes" de The Weepies foi gravada exclusivamente para o filme;

➽ O filme se encontra disponível na Netflix;

➽ A música tema do filme, "Strip Me", é uma canção da cantora britânica Natasha Bedingfield.


Natasha Bedingfield - Strip Me
aqui começa o anuncio (coloque cor branca sobre está frase)
aqui termina o anuncio (coloque cor branca sobre está frase)
Rachel McAdams, Harrison Ford e Diane Keaton – Créditos: Paramount Pictures
----------------------

E você, curtiu o filme? Conta pra gente! Não se acanhe, deixe seu parecer nos comentários.

----------------------

Siga-me no Twitter: @LeandroMartyns1 



Aparato do Entretenimento

Criado em 2014, o "Aparato do Entretenimento" traz ao seu leitor uma gama versátil de conteúdo. Conta com colunistas especializados em áreas de atuação diferentes, que visam desta forma atender a você querido(a) leitor(a). Além da sua visita, esperamos ser seus amigos e como seremos pode nós dar aquela dica para melhorar, um puxão de orelha, elogiar. Acima de tudo queremos sua participação.


0 thoughts on “CRÍTICA: "Uma Manhã Gloriosa", leve, cômico e inspirador