Aparato do Entretenimento: Mês do Orgulho LGBTQIA+: O amor e a representatividade em meio as novelas latinas atuais
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Search

Mês do Orgulho LGBTQIA+: O amor e a representatividade em meio as novelas latinas atuais

Vivianne Dietz e Hitzka Nudelman em cena da novela 'Edificio Corona'. Créditos: MEGA

Na próxima segunda-feira, 28 de junho é comemorado o 'Dia Internacional do Orgulho Gay', data de suma importância e que carrega consigo o objetivo de conscientizar a população sobre a importância do combate à homofobia, e a luta por direitos iguais e respeito.

Siga o nosso perfil no Instagram
@aparato_entretenimento



No cenário das novelas latinas, abordar o tema sempre foi um grande tabu, tanto é que os primeiros papéis com personagens lgbtqia+ eram carregados de estereótipos, trejeitos exagerados e principalmente ligados a comédia pastelão, numa espécie de humor rasgado ou ainda velados, tratados como algo altamente secreto. Embora o tempo tenha passado, não significa que o preconceito tenha se acabado, de maneira alguma, ele continua.


No Brasil algumas telenovelas tiveram casais lgbt's em seus núcleos e estes foram evoluindo com o passar dos anos, apresentados com maior naturalidade. Em 2005 a obra 'América' de Gloria Perez, por exemplo, teve o relacionamento dos personagens vividos pelos atores Bruno Gagliasso e Erom Cordeiro suprimido - já o SBT em 2011 exibiu em sua programação o beijo entre Marina e Marcela da novela 'Amor e Revolução'.

Seguindo uma visão geral, a América Latina, embora tenha apresentado progresso neste sentido - ainda é bem retrógrada em comparação a abordagem de outros países como a Espanha, que apresenta o romance gay como algo comum e corriqueiro.


O México após muitos anos fechados para a comunidade LGBT abriu as portas em suas novelas para casais homoafetivos. Em 'Papá a toda a madre' de 2017, Rafael e Rodrigo tiveram um desenvolvimento atípico na trama produzida por Eduardo Meza, justamente por trazer com naturalidade o relacionamento entre dois homens sem grande alarde. Juliantina de 'Amar a Muerte' e Aristemo de 'Mi Marido Tiene Más Familia' também somam-se a condução positiva da Televisa.



Atualmente as novelas latinas continuando trazendo casais lgbtqia+ em suas telenovelas, especialmente Colômbia e Chile - e justamente por isso, e em homenagem ao mês do orgulho gay destacamos alguns deles nesta matéria. Siga conosco.

Siga a nossa revista no Flipboard
View my Flipboard Magazine.

Raúl Ocampo e Juan David Agudelo em cena da novela 'Café con aroma de mujer'. Créditos: RCN/Telemundo

#Bernarlos 
🌈
País: Colômbia
Emissora: RCN Televisión

Em 1994, Fernando Gaitán criou 'Café con Aroma de Mujer' um sucesso de audiência e crítica, tanto que a produção ganhou o mundo e tornou seus protagonistas conhecidos. No folhetim, Bernardo era representado como um jovem problemático e que possuía problemas para se relacionar, um homem que escondia sua verdadeira paixão e sexualidade. Eis que em 2021, a RCN e a Telemundo resolveram produzir um remake e novamente Bernardo é apresentado como um jovem de difícil socialização amorosa, só que nesta remasterização o personagem agora vive o dilema da sexualidade de forma mais aberta. Seu maior empecilho agora é aceitar o amor que sente por Carlos e comunicar a família sobre esse romance, mesmo que para isso tenha que enfrentar a rejeição e o destempero de uma família preconceituosa.



Julián Trujillo e Miguel González em cena da novela 'Enfermeras'. Créditos: RCN Televisión

#Alvaripe
🌈
País: Colômbia
Emissora: RCN Televisión

Produzida por Ana María Pérez com a direção de Lucho Sierra e Víctor Cantillo, 'Enfermeras' já está na sua segunda temporada. Elogiada pela crítica, a novela também é sinônimo de representatividade. Na trama médica, os personagens Álvaro e Felipe vividos pelos atores Julián Trujillo e Miguel González enfrentam a realidade de um relacionamento em meio a turbulência de um hospital, além é claro da complicada aceitação do amor em um meio altamente heteronormativo. 


Siga o nosso perfil no Pinterest

Isabella Santiago e Ricardo Mejía em pôster promocional da novela 'Lala's Spa'. Créditos: RCN

Lala's Spa
🌈
País: Colômbia
Emissora: RCN Televisión

Olha que evolução! Atual novela da faixa das 10 da noite na RCN, Lala's Spa destaca-se por ser o primeiro melodrama latino protagonizado por uma atriz transgênero. Na estória, Lala herda de sua mãe amorosa e solidária o gosto pela estética e pela profissão de cabelereira, tanto que resolve voltar ao velho povoado para trabalhar ao lado dela no salão que hoje é um spa. Sua chegada é vista sob olhares estranhos, pois ninguém a reconhece o que acaba despertando o amor de Fernando, e juntos terão que lidar com o amor em sua forma mais avassaladora. Isabella Santiago é a protagonista ao lado de Ricardo Mejía, conhecido pela sua atuação na novela 'Bolívar: Una lucha admirable'.



Vivianne Dietz e Hitzka Nudelman em cena da novela 'Edificio Corona'. Créditos: MEGA

#Rubirena
🌈
País: Chile
Emissora: MEGA

No mês do orgulho lgbtqiap+ o Chile vem mostrando representatividade em suas tramas. 'Rubirena' é o casal da novela 'Edifício Corona' que mostra o dia-a-dia dos moradores do prédio de mesmo nome, e se antes da pandemia de Covid-19 nenhum vizinho se conhecia, não será agora nas atuais circunstâncias que eles começaram a se relacionar. Embalada por muito drama e comédia, a pandemia atua como produto da convivência. E em meio a este dilema aparece entre os casais mais populares da produção, a história de amor entre Rubí e Macarena, interpretadas pelas atrizes Vivianne Dietz e Hitzka Nudelman e que vem roubando a cena da novela. O casal 'Rubirena' já conseguiu elevar a pareja ficcional das novelas chilenas, tanto que a popularidade do casal a cada dia vem crescendo, principalmente nas redes sociais local onde permanecem durante vários minutos ou (até horas) nos Trends Topics do Twitter. Recentemente foi ao ar o primeiro beijo entre o casal fenômeno das redes sociais, e lógico a audiência do canal Mega correspondeu, sendo exibido em um horário mais cedo do habitual o plot alcançou uma das maiores audiências do ano para a emissora. Além disso, o evento ressalta a importância de mostrar um relacionamento homoafetivo abertamente na televisão aberta chilena, contribuindo ainda mais com a representatividade e valendo-se da seguinte frase: "amor é amor".


Siga o nosso perfil no Google News

Patricia Rivadeneira e Íngrid Cruz em foto promocional da supersérie 'DEMENTE'. Créditos: MEGA

Flavier
a🌈
País: Chile
Emissora: MEGA

Flaviera é um dos casais da 'nocturna' do horário nobre chileno chamada 'Demente'. Dos mesmos criadores de 'Perdona Nuestros Pecados' responsáveis pelo casal sensação 'Barcedes' - 'Demente' é uma história muito mais pesada devido ao horário na qual é veiculada, mesmo assim vem mostrando o relacionamento entre Flavia e Javiera, conhecidas como Flaviera, interpretado pelas atrizes Patricia Rivadeneira e Íngrid Cruz. As cenas do casal Flaviera vem se mostrando cada vez mais calientes, todas com muita sensualidade e naturalidade, evidenciando a importância da representatividade na televisão aberta. Além disso, a exemplo de 'Rubirena' o shippe também tem sido um fenômeno nas redes sociais, sendo muito comentadas - o que acaba querendo ou não - elevando a audiência do canal Mega. Destaque importante: ambos os casais são de suma relevância para a representatividade, tanto para a dramaturgia, como para o intuito de mostrar as várias vertentes do amor, e que todo mundo pode, e deve ser feliz. O amor é livre pra se sentir plenes consigo mesmes.



Matéria escrita por Hiago Júnior e Camila Júlia para o selo 'Em Equipe' do site. Curtiu? Então compartilhe e faça este conteúdo chegar a mais pessoas.

Siga- me no Twitter: @Hiago__Junior
Siga-me no Twitter: @cj_cabo 



Aparato do Entretenimento

Criado em 2014, o "Aparato do Entretenimento" traz ao seu leitor uma gama versátil de conteúdo. Conta com colunistas especializados em áreas de atuação diferentes, que visam desta forma atender a você querido(a) leitor(a). Além da sua visita, esperamos ser seus amigos e como seremos pode nós dar aquela dica para melhorar, um puxão de orelha, elogiar. Acima de tudo queremos sua participação.


0 thoughts on “Mês do Orgulho LGBTQIA+: O amor e a representatividade em meio as novelas latinas atuais