ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Search

Controle Remoto: Xica da Silva, Xica Rainha!


   Hoje vamos matar a saudade de uma das novelas mais queridas do Brasil e também do mundo, vamos falar dela: “Xica da Silva” - a história de amor entre a escrava Xica da Silva (Francisca da Silva de Oliveira) e o Contratador João Fernandes de Oliveira. 


Logo de Xica da Silva, Rede Manchete 1996

   Ela foi produzida pela extinta Rede Manchete, hoje em seu lugar temos a Rede TV!, exibida entre 17 de setembro de 1996 a 11 de agosto de 1997, contendo  231 capítulos. Escrita por Walcyr Carrasco que utilizou o pseudônimo de Adamo Angel, isso porque na época ele era contratado do SBT.

   Xica da Silva foi um obra muito bem elabora, possuía forte retratação histórica e com apelo erótico em muitas cenas, retratou o Brasil Colonial de forma impressionante, mostrando as faces da crueldade e violência da época.

Victor Wagner e Taís Araujo

    Dentre as curiosidades “Xica” é a primeira novela cujos protagonistas são baseados em pessoas e fatos reais, revelou a atriz  Taís Araújo que foi a primeira protagonista negra em uma telenovela brasileira. Eleita pelo jornal espanhol "20 minutos" como a 8ª melhor telenovela brasileira de todos os tempos e um dos fatos mais curiosos, Xica, foi exibida pelo SBT em 2005.

Abertura original, Rede Manchete 1996

   Também causou grandes polêmicas, Taís Araujo foi exibida  seminua com apenas 17 anos, sua abertura original utilizou fotos da Igreja de São Francisco de Assis em Ouro Preto, que eram animadas e colocavam a atriz protagonista no lugar de Nossa Senhora da Conceição misturando o sagrado e profano, o que chocou a muitos naquela época. Quando exibida pelo SBT em 2005, foi produzida uma segunda versão para sua abertura, que por incrível que possa parecer, foi muito mais marcante que a original. 

Abertura de Xica da Silva, SBT 2005

   Contou com atores como Victor Wagner, Giovanna Antonelli, Murilo Rosa, Carla Regina, Guilherme Piva e Adriane Galisteu e aqui destacamos Drica Moraes no papel de “Violante Cabral” que proporcionou fortes emoções ao grande público.

Drica Morais, no papel de "Violante Cabral"

   A novela foi um verdadeiro sucesso de audiência e repercussão, tanto que levou a Manchete ao segundo lugar de audiência no horário nobre. A trama cruzou fronteiras, foi exportada para mais de 20 países, chegando a ser líder absoluta de audiência no Chile nas suas duas exibições. Projetou internacionalmente os atores da novela, o que resultou na contratação da atriz Taís Araújo por um ano pelo canal americano Telemundo, não bastando Araújo também fez uma participação especial no sucesso colombiano, "Betty, a Feia".

Participação de Taís Arauju em Betty, a Feia. 


   Em uma produção ousada, com figurinos, cenários e uma equipe muito bem preparada a TV Manchete se imortalizou nesta grandiosa obra da teledramaturgia brasileira. 

Espero que tenham gostado e até a próxima! 
Siga-me no Twitter: @Jonas_HBA



Aparato do Entretenimento

Criado em 2014, o "Aparato do Entretenimento" traz ao seu leitor uma gama versátil de conteúdo. Conta com colunistas especializados em áreas de atuação diferentes, que visam desta forma atender a você querido(a) leitor(a). Além da sua visita, esperamos ser seus amigos e como seremos pode nós dar aquela dica para melhorar, um puxão de orelha, elogiar. Acima de tudo queremos sua participação.


0 thoughts on “Controle Remoto: Xica da Silva, Xica Rainha!