ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Search

O Diário Secreto de Daniele Moura #3




#AlmasGêmeas

Não aguentei o tesão, tive que me satisfazer logo que pisei o pé em casa - Dr. Eduardo Pepper havia acabado com as minhas estruturas. Primeiro apaguei o fogacho no lavado (Britney recebeu uma ducha de água fria), depois fui a cozinha e comi um pote de sorvete e duas barras de chocolate em quinze minutos. Não era o melhor método de liberação de endorfina, mas enfim...



Peguei no sono ali mesmo no sofá coberto de resquícios de pipoca, até que acordei com minha própria flatulência. De supetão pisei no controle remoto, ação que sintonizou um canal diferente: entrando no ar uma reportagem sobre a promiscuidade e sua relação com a bebida. Lizandra me veio a mente.

Minha mão coçou e minha mente não aguentava de curiosidade, não tive outra escolha: liguei pra Lizandra. Fiquei puta, não no sentido de dada, mas de fula da vida mesmo - a tequila ambulante não me atendeu, acreditam? Esperei alguns minutos, comi um danoninho com morango e liguei novamente.

- Alô?
- Aleluia! Pensei que tinha infartado ou tava na cracolândia. 
- Quem tá falando?
- Para de fazer a cínica, quem mais poderia ser? Sou eu a Dany. 
- Desculpa, não te conheço.
- Demônia, não creio que você já está chapada a essa hora! Nem passou da meia-noite, seja mais santa.
- Não te conheço, mas já percebi sua falta de respeito e vulgaridade. Deve ser uma mal-amada que afoga suas mágoas em um pote de sorvete de chocolate ao lado dos seus sete gatos. 
- Credo até parece que não é a Lizandra que tá falando. Pensando bem... é voz de macho.
- Hoje você demorou ein amiga? (risos). Esse é o Kennedy meu acompanhante de corote. Conheci ele lá no morro, tava vendendo sorvete. Gostei dele, começamos a conversar e ele me deu um sorvete de graça por um beijo.
- Você pode mais amiga! 
- Posso beber mais com a comissão dele de sorveteiro (risos).
- Fim de carreira, enfim... Lizandra te liguei pra saber se você está bem. Estava assistindo TV e fiquei escandalizada com a safadeza das mulheres que se embriagam. Não quero isso para uma das minhas melhores amigas.
- Sempre a mesma conversa. No dia em que você trazer a solução e não o questionamento, eu te ouvirei. Arranja um homem culto (estilo Padre Fábio de Melo) que eu mudo de opinião rapidinho.
- Pode comemorar então, pois eu tenho a solução desta vez. O nome dele é Fábio, se mudou pra vizinhança faz duas semanas. Vou interrogá-lo, o cara parece fazer o tipo que você almeja. 
- Amiga faz isso logo, tô precisando sapecar a Beyoncé. 
- Tô tão animada, vou unir um casal ou ao menos tentar. Qualquer novidade te ligo. Beijos.

Aquela noite dormi agarrada no meu melocoton e sonhei com o casamento de Lizandra e Fábio, onde eu era a madrinha que levava o molho de alho e a costela pra festa na laje. Minha próxima missão estava bem clara: juntar o céu e o inferno. 

_________________________________________________


 Se envolva com essa "gangue", fique sempre ligado aqui no Aparato.

Siga-me no Twitter, basta clicar no botão logo abaixo:



Aparato do Entretenimento

Criado em 2014, o "Aparato do Entretenimento" traz ao seu leitor uma gama versátil de conteúdo. Conta com colunistas especializados em áreas de atuação diferentes, que visam desta forma atender a você querido(a) leitor(a). Além da sua visita, esperamos ser seus amigos e como seremos pode nós dar aquela dica para melhorar, um puxão de orelha, elogiar. Acima de tudo queremos sua participação.


0 thoughts on “O Diário Secreto de Daniele Moura #3