Aparato do Entretenimento: Review: Sexualmente atrativa, 2ª temporada de Elite apresenta enredo desafiador e boas atuações
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Search

Review: Sexualmente atrativa, 2ª temporada de Elite apresenta enredo desafiador e boas atuações

O discurso LGBT é um assunto recorrente na série - Créditos: Netflix

Nas redes sociais - Elite - é um dos assuntos mais comentados. Com um enredo jovial e atrativo, a série, aborda os típicos dramas adolescentes do século XXI, geração Z, onde temas considerados tabus e renegados pela sociedade são abordados sem medos. 


Siga o nosso perfil no Instagram
@aparato_entretenimento


Entrelaçado a temas "proibidos" o seriado espanhol traça conjuntamente o suspense como espinha dorsal. E como a cereja do bolo, sem nuances, os relacionamentos abusivos e altamente sexuais dos jovens do Las Encinas.

  
Danna Paola, Arón Piper, Ester Expósito e Miguel Bernardeau em cena da série Elite - Créditos: Netflix

A tão esperada segunda temporada de Elite chegou e as aulas no “Las Encinas” voltaram com tudo. Após a morte de Marina (Maria Pedraza), todos estão lidando com esse assassinato, principalmente Samuel (Itzán Escamilla) que promete achar o verdadeiro assassino custe o que custar, inclusive com a própria vida. A chegada de novos personagens: Valério (Jorge Lopez), Cayetana (Georgina Amorós) e Rebeca (Claudia Salas) deram mais emoção e suspense à trama.


Georgina Amorós e Jorge López em cena da série Elite - Créditos: Netflix

Com mais ousadia e quebras de tabu, Elite não deixa nada a desejar com relação à primeira temporada e deixando os fãs com gosto de quero mais. 


Siga a nossa revista no Flipboard
View my Flipboard Magazine.

Com um drama adolescente regado a mistério, Elite conquistou os usuários sendo uma das produções de maior sucesso da Netflix. Em sua estreia, em 2018, foi a segunda série espanhola mais assistida do serviço de streaming, perdendo apenas pro fenômeno La Casa de Papel. E essa segunda temporada tem de tudo pra repetir e até quebrar recordes da estreia.  

Cena da 2ª temporada do seriado - Créditos: Netflix

 
Cena da 2ª temporada de Elite - Créditos: Netflix

Nesta temporada, destaco as atuações de Polo (Álvaro Rico) e Carla (Ester Expósito), que deram show com cenas fortes e picantes, embora o elenco praticamente se nivele com ótimas interpretações. Outro ponto a se destacar são os ganchos que te prendem a continuar o próximo episódio e fazendo nem perceber a hora passando. Mas se você torce pelos casais Nadia (Mina El Hammani)/Guzman (Miguel Bernardeau) e Ander (Arón Piper)/Omar (Omar Ayuso) você será presenteado com cenas de paixões e é claro, intrigas.


Aron Piper e Omar Ayuso em cena da série Elite - Créditos: Netflix

Ágil e sensual, Elite é um grande trunfo da Netflix. Então se você ainda não assistiu, não perca tempo e se delicie com essa produção que já esta confirmada para sua terceira temporada, prevista para estrear no próximo ano. 


Siga o nosso perfil no Google News

E você que já assistiu, o que achou? Conte-nos!

Escrito por: Wesley Rodrigo
Siga-me no Twitter: @Wesley__Rodrigo 



Aparato do Entretenimento

Criado em 2014, o "Aparato do Entretenimento" traz ao seu leitor uma gama versátil de conteúdo. Conta com colunistas especializados em áreas de atuação diferentes, que visam desta forma atender a você querido(a) leitor(a). Além da sua visita, esperamos ser seus amigos e como seremos pode nós dar aquela dica para melhorar, um puxão de orelha, elogiar. Acima de tudo queremos sua participação.


0 thoughts on “Review: Sexualmente atrativa, 2ª temporada de Elite apresenta enredo desafiador e boas atuações