Aparato do Entretenimento: Felipédia - Domingo Sombrio

style='border:none;overflow:hidden;width:339px;height:200px;'>
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Search

Felipédia - Domingo Sombrio



Galera chegou a hora de mais uma edição do Felipédia! Só os corajosos conseguiram ver. Um desafio para vocês amigos. Vamos lá então.


Clique em play e aprecie uma bela música enquanto lê.


No ano de 1933, Rezső Seress compôs uma música chamada Gloomy Sunday, que pode ser traduzida como “Domingo Sombrio” ou mesmo “Domingo Lúgubre". A canção possui uma profunda tristeza, com melodia e letra triste, como se tivesse sido composta para embalar os mais desanimadores momentos de uma vida.


Com o passar do tempo essa canção foi se transformando em algo bastante macabro, pois ela estava presente em diversos suicídios no mundo todo. Apenas três anos após a música ter sido composta, ocorreu o primeiro suicídio que teve relação com ela, afinal Joseph Keller o moribundo havia deixado sua carta de despedida com uma frase da canção.

Conta-se que diversas pessoas se mataram afogadas tendo consigo uma partitura da música, falam também que certo homem pediu que tocassem essa canção em um bar minutos antes de se matar. 


Também reza a lenda que há mais de 100 outros suicídios envolvendo a música, esta de certa maneira, seja em uma partitura, um disco ou mesmo uma frase foi sempre encontrada em algum papel próximo ao local onde os mortos estavam. 

Não há como afirmar que todas essas histórias sejam verdadeiras, mas sabe-se com certeza que o compositor da música se matou. Alguns dizem que tudo isso tinha a ver com a maldita canção. Dizem até que ela estava tocando na hora da morte…


Abaixo você pode conferir a tradução dessa letra maligna e se tiver muita coragem, pode ouvi-la no vídeo abaixo:

É outono e as folhas estão a cair, 
Na terra todo o amor morreu, 
O vento está a carpir com lágrimas tristes, 
O meu coração não mais esperará por uma nova primavera, 
As minhas lágrimas e as minhas mágoas são todas em vão, 
As pessoas são impiedosas, gananciosas e perversas…
O Amor morreu!
O mundo chegou ao seu termo, a esperança deixou de ter significado, 
Cidades estão a ser devastadas, o estilhaçar está a fazer música, 
Prados tingem-se de vermelho com sangue humano, 
Abundam mortos nas ruas, 
Direi outra prece silenciosa: 
As pessoas são pecadoras, Senhor, elas cometem erros…
O mundo acabou!  

 
Fico por aqui, até semana que vem.

Hasta luego! 

Por:






Aparato do Entretenimento

Criado em 2014, o "Aparato do Entretenimento" traz ao seu leitor uma gama versátil de conteúdo. Conta com colunistas especializados em áreas de atuação diferentes, que visam desta forma atender a você querido(a) leitor(a). Além da sua visita, esperamos ser seus amigos e como seremos pode nós dar aquela dica para melhorar, um puxão de orelha, elogiar. Acima de tudo queremos sua participação.


2 thoughts on “Felipédia - Domingo Sombrio