Aparato do Entretenimento: Reunião de pauta no SBT

style='border:none;overflow:hidden;width:339px;height:200px;'>
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Search

Reunião de pauta no SBT

Boa parte da minha vida eu trabalhei na produção e remodelagem da grade da emissora de Silvio Santos. Para ser mais conciso, foram cerca de 6 anos dedicados a esta arte sublime. Digo arte porque não é nada fácil restabelecer a grade de 12 em 12 horas. Mudanças acontecem e isto é bom, mas receber uma ligação às 4 da manhã para recolocar Chaves no dia seguinte é algo excruciante. Por conta disso, trago-lhes hoje uma das minhas experiências nas temidas reuniões de pauta da direção artística. Vamos galera!


Não costumo dormir cedo nas noites de domingo para segunda, afinal, é um dia de descanso, em que coloco minha cabeça para arejar. Estava até achando estranho tamanho silêncio ao entorno da reunião de pauta de segunda. Sempre rolam aqueles papinhos “de disse me disse da rádio corredor”, sobre os assuntos da pauta. E pra falar a verdade eu até prefiro, pois desta forma sempre me preparo antes com um sonífero e um antiácido. Estômago doendo nunca mais. 

Dormi que nem um anjo. Acordei com o celular despertando às cinco da manhã. Era um SMS do Peregrino, dizia o seguinte: “Sujou. O patrão vai estar presente na reunião de pauta de hoje. Corre! Esteja aqui antes das seis para recepciona-lo”. Foi neste momento que agradeci a Deus por não sofrer do coração. Tive um mini ataque cardíaco e sobrevivi. Joguei o edredom no chão, tirei as remelas dos olhos e coloquei os óculos. Levantei, bati na cômoda e esfolei o joelho, mas tudo bem, tudo ótimo. Tomei banho, café da manhã (meio pão amanhecido e um café requentado) e escovei os dentes. Troquei de roupa, pus o melhor terno, olhei no espelho e achei que estava abafando. Faltavam 15 minutos para as seis da manhã. Pernas pra que te quero. 

Pagava caro, nesta época, pelo aluguel de uma casa próxima a Anhanguera e disso não me arrependo; afinal, praticamente todos os dias eu tinha que me deslocar de minha casa para mais uma edição da reunião de pauta fora de hora. A maioria das vezes era para escolher uma reprise mexicana: Maria do Bairro ou A Usurpadora. Ficávamos horas discutindo. 

O trânsito estava ao meu favor naquele dia. Estacionei o carro e bati o cartão. Tomei um cafezinho e olhei para o relógio. Eram exatamente 05h e 55 min. Fui em direção à sala de reuniões e as luzes estavam acesas. Sem demora, entrei.

- Está atrasado. Qual o motivo da sua demora? 
- Oi, me desculpe Silvio. Eu me atrasei por conta do trânsito (mentira).
- Tudo bem, garoto. Eu que adiantei a reunião. Começou faz meia hora.
- Mil perdões, chefe. Não foi minha intenção.
- Sente, sente, esqueça isso. Vamos continuar.

Peguei a pauta da reunião e me sentei ao lado do Peregrino.

- Voltando… Primeiro gostaria de agradecer a todos os presentes. Como já havia dito, eu voltei ontem de Orlando e trouxe muitos formatos de lá. Peguem papel e caneta e anotem o que vou dizer. Ah, e não esqueçam: quero pelo menos um destes no ar daqui um mês.
- (Em uníssono) Sim, chefe, é para já!
- O primeiro formato que achei uma maravilha e adquiri foi o Caso Encerrado. É tipo o Casos de Família, só que muito mais “cult”. Já até escrevi o texto para a divulgação na grade. Claro, estava pensando em dubla-lo ou quem sabe transformá-lo em um “reality”. Ainda não sei.
- Liguem para a companhia de dublagem e separem um espaço na grade. Tentem as seis da tarde. Se não der certo, transfiram para o sábado a noite.
- (Em uníssono) Anotado, senhor. - Este outro é perfeito. Trata-se de uma minissérie japonesa que conta a história de criação do brinquedo “Tamagotchi”. Vou mandar dublar e colocar dentro do Bom Dia & Cia.
- (Em uníssono) Sim, senhor.
- O terceiro formato foi difícil de adquirir. Pelo que soube, muitos queriam ele. Comprei por comprar, mas acho que vou deixar na geladeira. O nome é meio esquisito. Acho que se chama “THE X FACTOR”. A junção das letras me agradou. - (Em uníssono) Ok. Vamos seguir as instruções.
- Pronto, era isso. Agora vamos às adequações da grade. O que está indo bem?
- (Dani Bey) O The Noite, a Praça, a Eliana, o Celso…
- O que é este The Noite?
- (Dani Bey) É o “talk show” do Danilo Gentili. Estreou semana passada. - Hum… Aumenta em meia hora a duração do programa. E o que está indo mal?
- (Murilo Fraga) As novelas da tarde não estão indo bem. Tentamos dar uma mudada, mas não surtiu efeito.
- Passa a tesoura. Troca as novelas. Passa aquela das gêmeas.
- (Murilo Fraga) Já reprisamos há pouco tempo, senhor. Os fãs estão pedindo Meu Pecado, da ex-RBD Maite Perroni.
- A protagonista é bonita?
- (Murilo Fraga) Sim, bastante. Ela canta, dança e atua.
- Coloca, então. Quantas novelas temos na grade neste momento?
- (Murilo Fraga) Cinco reprises e uma inédita.
- Só isso? Vamos inovar, então. Coloca uma nos sábados, depois do Raul Gil.
- (Murilo Fraga) Tudo bem, senhor.
- Mais alguma reclamação?
- (Em uníssono) Não, senhor.
- Ah! Tinha me esquecido. Coloca o Chaves no ar de novo. Se não tiver espaço, tira uma mexicana do ar. Anotaram tudo?
- (Em uníssono) Sim, tudinho.
- Pelegio, o que estão servindo no restaurante hoje?

Sigam-me no twitter para qualquer sugestão, crítica, elogio, bonificação e assim por diante… @Hjms_QuimTv

Acesse também através do Bastidores da TV



Aparato do Entretenimento

Criado em 2014, o "Aparato do Entretenimento" traz ao seu leitor uma gama versátil de conteúdo. Conta com colunistas especializados em áreas de atuação diferentes, que visam desta forma atender a você querido(a) leitor(a). Além da sua visita, esperamos ser seus amigos e como seremos pode nós dar aquela dica para melhorar, um puxão de orelha, elogiar. Acima de tudo queremos sua participação.


0 thoughts on “Reunião de pauta no SBT