ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Search

#BelaRecatadaEDoLar: Mitos da MPB - Década de 90



Olá #Amoras.

Primeiro desejo a tod@s um excelente 2018. Voltei para dar continuidade ao nosso especial dos melhores dos melhores da MPB. Hoje falaremos dos músicos que considero os  mitos da década de 90. 

Década de 90

A década de 90 no Brasil foi marcada pelo inicio de importantes movimentos musicais. Ganham força os estilos musicais Samba-Pagode, Axé Music e Sertanejo com estilo americanizado (country). Do pagode destacam-se os grupos Fundo de Quintal (tido como o criador do novo gênero), Raça Negra, Só Pra Contrariar, Art Popular, Katinguele, Negritude Jr. 

Da nova música sertaneja ganham destaque  Chitãozinho e  Xororó, Zezé Di Camargo e Luciano, Leandro e Leonardo, João Paulo e  Daniel, Gian e Giovanni, Christian e Ralf, são os que mais se destacaram. 

Foi também na década de 90 que ganharam afirmação nomes da MPB como: Marisa Monte, Cassia Eller, Zélia Duncan dentre outros, uma nova geração de bandas de rock como: Pato Fu, Skank, Raimundos, Jota Quest, seguindo ainda o fenômeno da Legião Urbana. 

Destaco também na década de 90 a então música marginalizada pelas rádios - o Rap - que ganhou força com nomes como: Gabriel o Pensador, Racionais MC (fenômeno do mercado independente com venda de mais de 1 milhão de cópias ), Pavilhão 9 e Marcelo D2.

aqui começa o anuncio (coloque cor branca sobre está frase)
aqui termina o anuncio (coloque tinta branca sobre essa frase)

Chitãozinho e Xororó

A dupla  de música sertaneja formada pelos irmãos José Lima Sobrinho  e Durval de Lima, é recordista de  vendas de discos no Brasil com o número de mais de 37 milhões de álbuns, vencedores de três prêmios Grammy Latino. São considerados como a dupla que abriu as portas das rádios FM para a música sertaneja, no início da década de 1980.


Cássia Eller

Perante ao público, Cássia Eller alcançou relativo sucesso, com vendagens em torno das 60 mil cópias. O álbum Cássia Eller de 1990 originou uma turnê nacional bem-sucedida, além de um especial para a extinta TV Manchete. Com singles como Segundo Sol, Malandragem e All Star a cantora ganhou seu lugar de merecido destaque nos anos 90.


Raça Negra

A banda  Raça Negra,  grupo de samba formado na cidade de São Caetano do Sul em 1983, foi  um dos  pioneiros do desenvolvimento do pagode romântico, com um estilo de samba carregado de romantismo, influenciado também pelo Reggae.

A canção É Tarde Demais está no Guinness Book como a música mais tocada em um único dia no mundo. O grupo  Raça Negra abriu as portas para o sucesso de muitos outros grupos que vieram depois e beneficiou muito a carreira de cantores já existentes.


Racionais MC e Gabriel o Pensador 

Em um momento eclético na MPB, o Rap ganha força e trás letras de protesto e situação social do povo brasileiro. Nesse seguimento tiveram destaque dois nomes. 

Racionais MC's: criado em 1988, e formado pelos MC's Mano Brown, Edi Rock e Ice Blue e o DJ KL Jay. É considerado um dos maiores grupos de Rap do Brasil e está entre as bandas mais influentes do país, em seu seguimento musical.

Suas canções denunciam a destruição da vida de jovens negros e pobres das periferias brasileiras e o resultado do racismo e preconceito, ao sustentarem a miséria diretamente ligada com a violência e o crime. Temas como a brutalidade da polícia, do crime organizado e do estado, bem como o preconceito, as drogas e a exclusão social são recorrentes nas letras do conjunto.


Gabriel O Pensador 

Gabriel Contino ou Gabriel O Pensador iniciou sua carreira musical ao lançar uma fita demo com a música Tô Feliz Matei o Presidente, sendo logo contratado pela Sony Music. Lançou pela gravadora oito álbuns. Seu último álbum, Sem Crise (2012), foi lançado de forma independente.

Além da carreira como rapper e escritor, Gabriel também participa de outros projetos, como uma ONG chamada Pensando Junto que foi criada após o mesmo se surpreender com a quantidade de evasão escolar entre um grupo de garotos que ele ajudava na Rocinha.


Mamonas Assassinas


Sem dúvida foi um dos maiores e mais rápidos fenômenos musicais já vistos no Brasil. A carreira e sucesso meteórico dos jovens: Dinho, Bento, Julio, Samuel e Sergio, que inicialmente eram a Banda Utopia durou exatamente sete meses, e foi bruscamente interrompido por um trágico acidente aéreo que vitimou a todos os integrantes da banda.

Eles traziam em suas divertidas canções, uma mistura de pop rock, com influência de gêneros populares, como sertanejo, samba e brega. O único álbum de estúdio gravado pela banda, lançado em junho de 1995, vendeu mais de 3 milhões de cópias no Brasil, o que rendeu a eles disco de diamante. 

aqui começa o anuncio (coloque cor branca sobre está frase)
aqui termina o anuncio (coloque tinta branca sobre essa frase)

Hoje certamente seriam chamados por alguns de xenofóbicos, homofóbicos, machistas e racistas. Porém a verdade é que são considerados um fenômeno, mesmo após  mais de 20 anos de seu "desaparecimento" do mercado fonográfico, são lembrados, não só pela alegria dos jovens músicos, mas também por suas canções descontraídas.


E é isso #Amoras

Em breve, volto para falarmos dos Mitos dos anos 2000 e 2010. Até lá!

Siga-me no Twitter: @dannydemoura



Aparato do Entretenimento

Criado em 2014, o "Aparato do Entretenimento" traz ao seu leitor uma gama versátil de conteúdo. Conta com colunistas especializados em áreas de atuação diferentes, que visam desta forma atender a você querido(a) leitor(a). Além da sua visita, esperamos ser seus amigos e como seremos pode nós dar aquela dica para melhorar, um puxão de orelha, elogiar. Acima de tudo queremos sua participação.


0 thoughts on “#BelaRecatadaEDoLar: Mitos da MPB - Década de 90