ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Search

#BelaRecatadaEDoLar: Entrevista com Mayara Russi - Quebrando Tabus



Olá meus #Amores e #Amoras. Hoje a coluna será mega especial. Convidamos, nada mais, nada menos que a poderosa modelo Pluz Size Mayara Russi para uma entrevista, e ela carinhosamente nos atendeu. Espero que vocês amem, assim como nós.

Beleza estonteante 


Mayara Russi Alves, modelo, mãe, mulher. A paulistana de 27 anos é uma das mais requisitadas modelos Plus Size da atualidade, estudou Moda na FMU e faz carreira internacional. Lindíssima, Mayara enfrentou seus próprios medos e receios antes de se tornar um modelo famosa. Sua carreira começou aos 15 anos quando foi abordada por um olheiro no shopping.


Gentilmente, Mayara concedeu uma entrevista à coluna #BelaRecatadaedoLar, para o Blog Aparato do Entretenimento, e hoje este espaço é dela.

Mayara Russi, seja bem-vinda agradecemos imensamente o carinho.

KA- Mayara como é ser uma das modelos mais requisitadas da moda Plus Size?

MR- Primeiramente, me sinto super honrada em saber disso. Fico imensamente emocionada e feliz, pois batalhei muito por isso, enfrentei muito preconceito. Hoje, sabendo que inspiro mulheres do Brasil inteiro e até do mundo, é a minha maior realização.

KA- Em março desse ano você desfilou no SPFW para a grife LAB. Qual é a importância em desfilar em um evento reconhecido como o SPFW?

MR- Esse trabalho foi tão importante para mim, que até adiei um dia das minhas férias com os meus filhos. É uma representatividade esplêndida, e confesso, que não imaginava que estaria viva para presenciar esse momento, tampouco, fazer parte disto.

KA- O preconceito em relação a moda para gordelícias ainda é muito grande aqui no Brasil. Como você dribla essa situação?

MR- Realmente ainda é muito grande e muito doloroso, pois tem meninas, mulheres, sem estrutura psicológica para lidar com isso. Muitas vezes até pessoas da própria família fazem com que as pessoas sintam-se lixo por serem gordas. O meu maior desafio nessa profissão, é mostrar isso as mulheres. Que elas podem sim, serem gordas, lindas, ter carreira de sucesso, um namorado/marido que as respeitem e acima de tudo, o amor por si.

KA- Ainda em relação a moda Plus, nós gordinhas temos dificuldades em encontrar roupas, e quando conseguimos, o valor é sempre alto, pelo menos aqui no Brasil. Por que as roupas são tão caras assim, em sua opinião? E como isso poderia mudar e as peças se tornarem mais acessíveis?

MR- Olha, vamos analisar num contexto geral. No auge dos meus 15 anos, eu saia com a minha mãe das lojas de roupas, chorando muito por não ter encontrado absolutamente nada que se encaixasse no meu perfil. Hoje, a mulher gorda já consegue achar uma diversidade maior, porém não com um preço muito acessível. Talvez seja por falta de profissionais na área de modelagem, que se especializem nisso. Mas se garimpar pela área do Brás e Bom Retiro, dá para achar algo com preço legal. Hoje em dia também tem muitos bazares de moda plus size que facilitam um pouco para todas.

KA- Algumas pessoas, olham para as pessoas acima do peso, muitas vezes com desdém como se nós (eu sou gordinha) fôssemos gordos por pura preguiça. Você já sentiu isso também?

MR- Muitas vezes. Até hoje. Eu estou solteira, então gosto muito de sair pra dançar sertanejo com as minhas amigas. O que eu já vi de risos maldosos e olhares preconceituosos. Sou bocuda, vou lá e falo. Não aguento. Uma certa vez, ouvi aquela velha história de uma moça: "Nossa, você tem o rosto tão lindo, porque você não emagrece? Eu falei: "Você tem a língua tão grande, porque você não corta?". Risos. Tem pessoas que precisam ouvir pra ficarem no lugar delas e nos respeitarem.

KA- Quando você participou do programa "Além do Peso" qual era seu objetivo? Você queria ser magra?


MR- De jeito nenhum. Desde que entrei no programa, já deixei bem claro que meu objetivo era emagrecer um pouco para voltar a trabalhar e recuperar a minha saúde que estava debilitada.

KA- Quais são os requisitos para ser uma modelo Plus? Existem padrões rígidos como na moda “convencional”?

MR- Toda profissão tem seus pré requisitos. Na de modelo Plus também, porque seria diferente? Altura, proporção, profissionalismo, pontualidade, fotogenia, comprometimento, disposição e por incrível que pareça, condicionamento físico.

KA- Foi muito difícil para você se aceitar acima do peso, linda como você é?

MR- Apesar de não achar tudo isso que vocês falam, risos, Sim... muito difícil. A nossa sociedade, principalmente a mídia, fez uma lavagem cerebral na cabeça do ser humano. E eu também já caí neste conto de fadas, mas graças a Deus, voltei pra realidade.

KA- Com o acesso à internet, diversas dietas radicais estão aí disponíveis, e principalmente as adolescentes, acabam fazendo essas dietas e correm riscos. O que você pode nos dizer sobre isso?

MR- Quando eu digo que não é só a obesidade que faz mal a saúde é disso que eu falo. A obsessão pela magreza é algo preocupante demais e que faz as pessoas desenvolverem distúrbios alimentares como: bulimia, anorexia, etc.

KA- Na luta para acabar com o preconceito e a gordofobia, você como representante da beleza feminina Plus Size já sentiu que houve alguma mudança nos padrões e comportamentos?

  

MR- Houve muita mudança, mas precisa de muito a ser mudado ainda. Não é fácil para as meninas gordas e fora dos padrões mudarem toda uma vida de preconceito do dia para noite. Isso vai acontecendo aos poucos, em pequenas atitudes, inspirações.

Mayara, mais uma vez em nome da equipe do Aparato do Entretenimento, em especial a coluna #BelaRecatadaEdoLar, agradecemos por seu carinho e atenção, ao nos conceder essa entrevista. Nos sentimos honradas. Sinta-se à vontade pra deixar um recado para seus fãs e seguidores e para nossos leitores. O espaço é todo seu. 

MR- Eu que agradeço imensamente a confiança no meu trabalho e o carinho que as pessoas tem por mim, as energias boas... Obrigada, obrigada, obrigada, SEMPRE!

Mais uma vez somo nós que agradecemos! Mulher linda, por dentro e por fora. Foi um imenso prazer ter você aqui. Volte sempre que quiser! Abraços da Danny Moura e da Karine Menezes!


Instagram: @mayararussi 

Siga-nos no Twitter: 



Aparato do Entretenimento

Criado em 2014, o "Aparato do Entretenimento" traz ao seu leitor uma gama versátil de conteúdo. Conta com colunistas especializados em áreas de atuação diferentes, que visam desta forma atender a você querido(a) leitor(a). Além da sua visita, esperamos ser seus amigos e como seremos pode nós dar aquela dica para melhorar, um puxão de orelha, elogiar. Acima de tudo queremos sua participação.


0 thoughts on “#BelaRecatadaEDoLar: Entrevista com Mayara Russi - Quebrando Tabus