ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Search

"Esperanza Mía", um ótimo título para adaptação no Brasil

Mariano Martínez e Lali Espósito
Estamos na época de vacas magras na TV e não somente no Brasil, mas principalmente no exterior. Desta forma, a melhor maneira de conseguir novos folhetins é buscando textos de outras emissoras, especialmente latinos. 


É nesta onda que surge "Esperanza Mía": um folhetim jovial, aberto a fortes discussões e com alta dose musical. Criada por Adrián Suar, com auxílio da produtora Pol-ka e exibição nacional pelo Canal Trece, entre meados de 2015 e 2016. 

Um remake em terras brasileiras seria uma ótima aquisição, justamente por conta do gênero abordado estar em alta: Malhação, Cúmplices de Um Resgate e as extintas Rebelde Brasil e Floribella. 


Com forte temática a espinha dorsal de "Esperanza Mía" causaria no mínimo uma revolução entre o público, principalmente entre os fiéis católicos. Tudo tem um motivo, na novela argentina o cenário é desenvolvido em um convento, frequentado por freiras e padres. Julia Albarracín (Lali Espósito) tentando fugir de um problema, acaba se infiltrando no convento e assumindo assim o papel de uma das irmãs. O que ela não esperava é que Tomás Ortiz (Mariano Martínez), um dos sacerdotes acabasse se apaixonando por ela.  


Polêmica, drama, romance, diversão e muita música são os ingredientes principais da novela. E quando falo que a trama se daria bem no Brasil, é justamente por conta da alta população religiosa que por aqui reside. Acompanhariam pelo simples fato de ser ousada, abrindo espaço para uma discussão fervente.     



Aparato do Entretenimento

Criado em 2014, o "Aparato do Entretenimento" traz ao seu leitor uma gama versátil de conteúdo. Conta com colunistas especializados em áreas de atuação diferentes, que visam desta forma atender a você querido(a) leitor(a). Além da sua visita, esperamos ser seus amigos e como seremos pode nós dar aquela dica para melhorar, um puxão de orelha, elogiar. Acima de tudo queremos sua participação.


0 thoughts on “"Esperanza Mía", um ótimo título para adaptação no Brasil